Agência FAPESP – O Projeto Temático “Competência para expressão do Metabolismo Ácido das Crassuláceas (CAM) em bromélia epífita: sinalização, modulação da expressão, perfil transcricional e interação com o metabolismo de nitrogênio” está selecionando candidatos para uma Bolsa de Pós-Doutorado da FAPESP.

O candidato selecionado será inserido em um grupo de pesquisadores do Brasil e do exterior reunidos com o intuito de estudar os sinais endógenos e as fases do desenvolvimento foliar relacionados à transição fotossintética de C3 para CAM na bromélia epífita com tanque Guzmania monostachia em resposta ao estresse hídrico.

Para responder às perguntas contidas nesse objetivo central, o projeto propõe abordagens experimentais que integram as mais diversas áreas de estudo sobre o metabolismo e o desenvolvimento vegetal. Esse projeto será realizado prioritariamente no Laboratório de Fisiologia Vegetal do Instituto de Biociências da Universidade de São Paulo (IBUSP), o qual está sendo reformado e equipado para fornecer toda a infraestrutura e apoio técnico-científico necessários.

Mais informações sobre a linha de pesquisa na qual esse projeto está inserido acesse http://felix.ib.usp.br/pessoal/helen/helenice_new.htm e www.bv.fapesp.br/pt/projetos-tematicos/45489/competencia-expressao-metabolismo-acido-crassulaceas .

Os objetivos específicos do projeto de pós-doutorado serão a identificação, caracterização, seleção e estudo funcional dos genes cujas expressões são controladas quando da mudança do comportamento fotossintético, incluindo, por exemplo, aqueles envolvidos na reprogramação dos metabolismos do carbono, do nitrogênio, do balanço redox, das respostas morfogênicas/celulares, da sinalização hormonal e de mensageiros secundários.

Uma vez identificados os genes de interesse, esses deverão ser utilizados em diversas abordagens da pesquisa fisiológica conduzida pelo grupo, buscando a integração dos sinais moleculares e dos fatores metabólicos, hormonais, estruturais e ontogenéticos que participam de maneira direta e/ou indireta na regulação do tipo fotossintético de G. monostachia em função da disponibilidade hídrica.

Os candidatos devem ter doutorado em fisiologia vegetal concluído há menos de sete anos, inglês fluente, experiência comprovada em técnicas de biologia molecular e demonstrar elevado conhecimento em pelo menos duas das quatro áreas: (1) fotossíntese do metabolismo ácido das crassuláceas (CAM), (2) sinalização hormonal, (3) assimilação do nitrogênio em plantas epífitas superiores e (4) fisiologia do desenvolvimento de plantas epífitas superiores.

É desejável experiência prévia em estudos que integram aspectos moleculares, hormonais e teciduais durante a sinalização de eventos reguladores do metabolismo e/ou do desenvolvimento em plantas tropicais sem o genoma sequenciado.

Será dada preferência a candidatos que demonstrem habilidade na comunicação oral e escrita, capacidade para trabalhar em equipe e que possua disponibilidade para viagens internacionais com objetivo de realizar experimentos específicos e divulgação científica no exterior.

A vaga está aberta a brasileiros e estrangeiros. Os interessados devem enviar: (1) Duas cartas de recomendação; (2) Uma carta de apresentação do candidato explicando o interesse na bolsa e experiência no assunto, incluindo uma breve descrição da tese de Doutorado (máximo de 2 páginas A4, fonte Arial 12, espaço de linha 1.5); (3) Curriculum vitae (para publicações não indexadas na WOS e Scopus, enviar cópias em pdf).

Os documentos devem ser enviados como arquivos pdf para a coordenadora e supervisora do projeto, Dra. Helenice Mercier (hmercier@usp.br), professora do Departamento de Botânica do IBUSP, até o dia 30 de janeiro de 2012.

O selecionado receberá Bolsa de Pós-Doutorado da FAPESP (no valor de R$ 5.333,40 mensais), Reserva Técnica e Auxílio Instalação. A Reserva Técnica de Bolsa de PD equivale a 15% do valor anual da bolsa e tem o objetivo de atender a despesas imprevistas e diretamente relacionadas à atividade de pesquisa.

O bolsista de PD, caso resida em domicílio diferente e precise se mudar para a cidade onde se localiza a instituição sede da pesquisa, poderá ter direito a um Auxílio Instalação. Mais informações sobre a Bolsa de Pós-Doutorado da FAPESP estão disponíveis em www.fapesp.br/bolsas/pd.

Outras vagas de Bolsas de Pós-Doutorado, em diversas áreas do conhecimento, estão no site FAPESP-Oportunidades, em www.oportunidades.fapesp.br.